Divulgação

O filme Correndo Atrás de um Pai, que estreia dia 18 de janeiro, é dirigido por Lawrence Sher e estrelado por Owen Wilson e Ed Helms que interpretam Kylie e Peter respectivamente, além da atuação de Glenn Close, Christopher Walken e Katt Williams

O longa conta a história de dois irmãos, Kylie e Peter, que sempre brigam muito, mas ao pressionarem sua mãe para saberem quem é seu pai, ela dá a ideia para que eles façam uma viagem juntos pelo país a procura dessa informação. A viagem é cheia de brigas, superações e descoberta de amor entre os irmãos.

Owen Wilson (Marley & Eu), como sempre, deu um show de atuação, desde a parte de arrancar risadas do público até os momentos de comoção, sabendo interpretar bem em todos eles. Porém ele não precisou fugir muito de um papel típico que normalmente interpreta, que é um cara que não se importa com nada na vida além de se divertir e com isso acaba prejudicando os outros.

Do mesmo jeito que Owen Wilson fez um papel comum em sua carreira, o Ed Helms (Família do Bagulho) também fez, interpretou o personagem que, apesar de sempre estar no meio de confusão por culpa dos outros, está preocupado em fazer tudo dar certo e normalmente é taxado como chato por todos do grupo.

No geral o filme não teve personagens muito inovadores, trouxeram algo clichê que sabiam que poderia agradar o público e tirar risada deles, assim como o filme Se Beber, Não Case! e Os Estagiários. Apesar disso o longa tem uma direção de imagem maravilhosa, mostrando várias paisagens dos EUA e nos permitindo conhecer ainda mais o país.

Correndo Atrás de um Pai traz uma lição valiosa sobre o que significa família, que isso vai muito além de biologia e o que importa é o amor. A comédia vale a pena ser visto pela família inteira, causando maior identificação com quem tem irmãos, arrancando muitas risadas e trazendo comoção.