Divulgação

Todas as Meninas Reunidas, Vamos Lá! é um documentário que mostra o dia a dia do Girls Rock Camp, um acampamento de férias só para garotas, onde elas aprendem sobre empoderamento feminino, música (onde aprendem a tocar, criam uma banda e participam de um festival de rock), artes (como pinturas, montagem de revistas...), autodefesa, esportes, a influência afro sobre a música, entre outras coisas.

O longa-metragem mostra a importância de ensinar para as meninas desde cedo que elas podem fazer o mesmo que os meninos e com a mesma importância, porém na sociedade em que vivemos elas irão encontrar uma maior dificuldade e precisam aprender a lutar por seus direitos.

A Carol Fernandes, diretora do filme, aparenta tentar trazer uma mensagem muito forte sobre empoderamento feminino, porém ao focar suas filmagens completamente no Girls Rock Camp, ele acaba se tornando uma propaganda do acampamento, ou seja, deixa de ser um documentário importante para garotas e seus pais, sendo interessante apenas para quem pretende matricular suas filhas no Girls Rock Camp.

O documentário se mostra completamente amador, a maioria de suas entrevistas são gravadas em locais abertos com uma iluminação solar que muda constantemente e com um alto barulho externo (de carros, aviões, as meninas gritando...) que atrapalha muito as falas, não permitindo as entrevistadas de serem ouvidas completamente.

Todas as Meninas Reunidas, Vamos Lá!, que tem estreia marcada para o dia 21 de dezembro, se aproxima mais de um vídeo institucional de um curso de férias pago e deve atrair um público interessado no acampamento, ao invés de um público geral que poderia vir a se interessar pelo empoderamento feminino.