Divulgação

No Janeiro de Grandes Espetáculos desta quinta-feira (25), o cantor Helder Vasconcelos (acima) estreia show solo Eu Sou e apresenta novo álbum no Teatro de Santa Isabel. A Cia Experimental de Teatro, de Vitória de Santo Antão, encena A Última Cólera no Corpo de Meu Negro, no Hermilo Borba Filho. Tem ainda Meu Nome é Enéas: O Último Pronunciamento, no Barreto Júnior, dança contemporânea com o espetáculo Zoe, em cartaz no Teatro Apolo, lançamento do livro Beatriz e o Peixe Palhaço, de Moncho Rodriguez, no Teatro Arraial Ariano Suassuna, e, ainda no Arraial, leitura dramatizada que visita diferentes obras do poeta e dramaturgo pernambucano Joaquim Cardozo.

Confira a programação:

A Última Cólera no Corpo de Meu Negro

Horário: 18h30
Local: Teatro Hermilo Borba Filho (Av. Cais do Apolo, s/n, Bairro do Recife)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Sinopse: Numa senzala, Bastião está preso com o seu escravizado, presente do pai. Trava-se uma luta, um jogo de humilhações e a construção de algo desconhecido. O tempo passou, e agora ele revive as lembranças desse passado cruel de amor e ódio. O desvendar de segredos que pode libertá-lo, ou não, dessas memórias, desse lugar, de si mesmo e dessa cólera.

Zoe

Horário: 19h30
Local: Teatro Apolo (R. do Apólo, 121, Recife)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Sinopse: Segundo o filósofo italiano Giorgio Agamben, a palavra Zoe cunha um dos dois termos utilizados pelos gregos para representar a palavra vida - e está associada a nossa condição animal, nossa simples vida de seres viventes, nossa vida nua. Bios seria o outro termo da dialética, em referência à vida social, cultural e política. A Zoe, só seria admitido um par de opostos: prazer e dor. Em Zoe, os instintos são uma possibilidade de humanização da vida e dos afetos.

Helder Vasconcelos apresenta Eu Sou

Horário: 20h
Local: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n, Santo Antônio)
Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Sinopse: O cantor Helder Vasconcelos estreia show solo e novo CD no Janeiro de Grandes Espetáculos. Eu Sou completa uma trilogia de solos criada pelo artista composta ainda por Espiral Brinquedo Meu (2004, teatro) e Por Si Só (2007, dança). Esse novo trabalho, no qual dialoga mais com as artes cênicas, marca o seu retorno ao circuito musical. No palco, Helder apresenta músicas do seu CD Sambador, além de investir em percussão, fole de 8 baixos, voz e instrumentos digitais que são ao mesmo tempo de música e dança, criados em parceria com os produtores tecnológicos João Tragtenberg e Filipe Calegário.

Meu Nome é Enéas: O Último Pronunciamento

Horário: 20h
Local: Teatro Barreto Júnior (Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, Pina)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Sinopse: A montagem narra a vida do Dr. Enéas Ferreira Carneiro, que sacudiu a política nacional com os 15 segundos a que tinha direito na TV. O enredo se passa na primeira pessoa, o político por ele mesmo, ouvindo seu último pronunciamento. É uma homenagem ao homem polêmico que, durante 18 anos, tentou transformar a política brasileira e acabou morrendo no esquecimento.

Beatriz e o Peixe Palhaço

Horário: 19h
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista)
Ingressos: R$ 30 (valor do livro)

Sinopse: Lançamento do livro de Moncho Rodriguez.

Dizeres e Falares Poéticos das Personagem do Teatro de Joaquim Cardozo

Horário: 19h
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista)
Ingressos: R$ 10 (valor único)

Sinopse: Lançamento do livro de Moncho Rodriguez.