Divulgação

São escritoras, pesquisadoras, atrizes, produtoras, diretoras, todas pensantes sobre o mesmo tema: a relevância da mulher no cinema nacional. Para discutir e dar amplitude à questão, Simone Zuccolotto apresenta o A Mulher no Cinema, especial de seis episódios do Canal Brasil, que investiga o papel feminino na sétima arte.

A estreia é na terça-feira, dia 24, às 21h. "Todo ano dirijo uma série para o Canal Brasil e quando estava pensando num assunto para este ano surgiu a ideia de falar sobre a discussão do gênero, homem e mulher, a partir do viés da representação da mulher no cinema brasileiro e a atuação no mercado audiovisual, um dos assuntos transversais que estão em evidência na sociedade e consequentemente no cinema", explica Simone, que lança olhares sobre gerações diferentes de realizadoras e de gente que pensa o cinema de forma geral.

Cada episódio aborda um assunto diferente sobre a participação das mulheres nos sets de filmagem e mostra como elas vêm sendo retratadas na tela grande desde os anos 30/40. Depois, passeia pela presença da mulher na chanchada, no Cinema Novo, na pornochanchada e chega aos anos 1980, quando ela vai de forma mais densa para trás das câmeras e começa a ocupar funções antes exercidas apenas por homens. As questões do cinema contemporâneo estão contempladas no último episodio.

No início de cada um deles, a atriz Maeve Jinkings lê trechos de escritos da filósofa francesa Simone de Beauvoir, um ícone do movimento feminista. Ao longo dos episódios, dão seus depoimentos nomes como Fernanda Montenegro, Gloria Pires, Marcia Tiburi, Mariza Leão, Helena Ignez, Lúcia Murat, Anna Muylaert e Laís Bodanzky, entre outras. "No início hesitei um pouco porque não queria fazer uma série panfletária, e sim, uma reflexão", ratifica Simone.