Ju Barbosa

Neste sábado, dia 25 de novembro,  às 19h, na Escola Pernambucana de Circo, encerra-se a temporada do espetáculo Afro, Fulgor, Beleza e Fé, que traz temas como racismo e preconceito religioso. Assuntos que, em cena, vem à tona por meio da bela, impactante e intensa linguagem do universo circense. Com 35 minutos de duração e desenvolvido por meio do incentivo do Funcultura, o espetáculo teve apresentações no decorrer do mês de novembro em Escolas e Centros Culturais do Estado. A exibição é com entrada gratuita.

Inspirado em cinco Orixás do Candomblé: Exu, Ogum, Xangô, Oxum e Oxalá, o espetáculo traz uma discussão através da dança sobre força, fé, beleza e negritude e associando todos esses aspectos com os 4 elementos. É um show altamente sensível e crítico, uma forma de aprender e repensar alguns conceitos e opiniões que estão presentes no nosso cotidiano e rever nossas atitudes, além de conhecer alguns movimentos que muitos não tem conhecimento e até mesmo preconceito.

O show ainda apresenta depoimentos ao longo do show sobre o preconceito vivido no país, que, juntos com a dança e a forte percussão que traz ritmos do maracatu, é capaz de emocionar e tocar o público. O espetáculo merece destaque e a atenção do povo, pois traz uma discussão incrível sobre tantas temáticas que devem ser abordadas e, no fim, uma mensagem sobre o respeito e o amor e como esses são importantes, mas estão em falta no mundo. Nos faz ver como raça não é uma cor de pele, humanidade é a nossa raça.