Reprodução

Apresentação causou tensão por conta da qualidade do som esperada

O guitarrista do grupo de metal estadunidense Alter Bridge, Mark Tremonti, falou à revista de mesma nacionalidade Guitar World sobre os bastidores da apresentação e gravação do show na O2 Arena, em Londres (RU), realizado em 24/11/16. Segundo o músico, na ocasião a casa de show abrigou aproximadamente 15 mil pessoas. "Vendo por esse lado, essa foi a maior performance que já fizemos", refletiu.

A performance gerou a gravação de um trabalho chamado Alter Bridge Live at O2 Arena + Rarities, o qual foi lançado em setembro nos formatos earbook CD/DVD, esgotado nas lojas,  CD triplo e vinil quadruplo, os quais estão disponíveis no site da Amazon. Com relação à segunda versão, o terceiro disco, o chamado Rarities, vem acompanhado de faixas gravadas, mas excluídas de seus respectivos discos.

As composições Solace e Cruel Sun, previstas para serem inclusas em One Day Remains, primeiro disco do grupo, lançado em 2004, são destaques. "Eu sempre gostei dessas músicas! Tenho dito há tempos que nós devíamos lançá-las. Minha colocação nunca fluiu.. Até agora", contou Tremonti.

Porém, ao mesmo tempo que Rarities traz algumas características interessantes do grupo, o ponto central do lançamento é a gravação ao vivo do setlist realizado na ocasião, o qual aborda tudo aquilo que define o grupo. De hits como Open Your Eyes a Isolation, e de favoritas dos fãns como Metalingus Blackbird até composições recentes como Show Me a Leader e The Writing on the Wall. A partir disso, o guitarrista é confrontado pelo repórter Richard Bienstock sobre o por quê gravar a íntegra do show. "Nós sempre quisemos capturar esses momentos-chave de quando fazemos shows desse porte", respondeu.

E não é só porque são experientes que não ficam nervosos ou tensos. Momentos como esse também trazem tensão para os grupos mais calejados do mundo fonográfico. "Nós estávamos muito focados porque sabíamos que estávamos gravando algo que se tornaria parte do nosso legado", lembrou. "Então você quer ter certeza de que não está tocando muito rígido, sabe? Quer ter uma diversão", riu.

Abaixo, assista a performance da faixa The Writing on the Wall na O2 Arena: