Divulgação

A história de amor entre o humorista Leonardo Reis, conhecido como Gigante Léo, e a pedagoga Carolina Portela se tornou conhecida até na Bélgica. O curta Léo e Carol, dirigido por Álvaro Campos e Dafne Capella acaba de ganhar o CAP48 do The Extraordinary Film Festival 2017, em Namur, na Bélgica.

A obra aborda o romance dos dois até o casamento e seria uma história comum, como os muitos romances, se não fosse a diferença de tamanho: Léo mede 1.10m e Carolina tem 1,65m de altura. Essa é a terceira vez que o filme é premiado em festivais. Anteriormente, conquistou o prêmio de Melhor Curta-documentário do Festival Inclús, de Barcelona, e a mesma categoria no Festival Sur Le Handicap, em Cannes.

Sucesso no exterior, o curta é inspiração para o longa brasileiro Altas Expectativas, protagonizado pelo próprio Gigante Léo, que estreia no dia 7 de dezembro. A trama gira em torno do tímido Décio, que tenta conquistar uma moça, mas, se sente inseguro de se aproximar dela por conta de sua deficiência física.