Reprodução

A falta de rentabilidade periódica desses profissionais e presença de jogadores tóxicos e desinteressados que prejudicam as partidas serviram de motivação para que os empreendedores Marcus Ataide, Renan Pizii e Gabriel Freire desenvolvessem uma startup inovadora voltada ao desenvolvimento de tecnologias de para jogos online em equipe. A eMasters chega ao mercado como uma plataforma para games, especialmente desenvolvida para adicionar rentabilidade às horas normalmente despendidas nessa modalidade de jogos.

"O plano de negócios da eMasters surgiu de uma necessidade de trazer para a comunidade uma plataforma onde existe uma real preocupação sobre o comportamento dos jogadores in-game. Em parceria com a IBM, usamos a tecnologia do robô Watson em um avançado sistema de report e anti-cheat. Além disso tudo, a novidade traz a possibilidade de converter esforços e horas de jogos em recursos monetários, o que vai contribuir para a profissionalização do mercado brasileiro nessa modalidade, semelhante ao que acontece com partidas de poker online", conta Marcus, CEO da empresa.

O modelo de negócios adotado é a aquisição pelo jogador de um ticket por partida, que pode variar de valores bem baixos, como U$$ 0.7, a valores mais altos. Cerca de 10% de aquisição desse ticket é capitalizada pela ferramenta e parte do valor retido retorna ao usuário na forma de eMasters COINS.

A plataforma será lançada e disponibilizada para beta teste na Game XP, uma das atrações do Rock in Rio 2017, na Expo Play Arena, um espaço para experimentação e exposição que fica na Arena Carioca 2 do Parque Olímpico. A Game XP acontece durante os sete dias de Rock In Rio (15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro) com mais de 700 mil ingressos vendidos.