Divulgação

O filme Mormaço, com direção de Mariana Meliande e com Marina Provenzzano como protagonista, terá sua estreia mundial na competição do Festival de Roterdã, que ocorrerá do dia 24 de janeiro até o dia 04 de fevereiro de 2018.

Mariana Meliande declarou: "É uma grande honra estar entre os 8 filmes da Competição do Festival de Rotterdam, um festival com o qual eu tenho uma relação de enorme carinho desde 2011, quando estive pela primeira vez exibindo dois filmes: 'Alegria' e 'Desassossego', Mormaço esteve como projeto no Cinemart, no início do seu processo, e teve o apoio do Hubert Bals Fund para seu desenvolvimento. O Festival sempre acolheu e acompanhou esse filme desde o início, convidando ainda para participar do programa BoostNL. Pra mim faz todo sentido estrear Mormaço nesse Festival tão especial, que aposta em filmes com propostas estéticas mais arriscadas e que é tão generoso com seu público. Estar em Rotterdam é como estar em uma segunda casa."

O longa, que será distribuído pela Vitrines Filmes, ganhou o prêmio Brasil CineMundi, da Mostra CineBH. Além de ter sido realizado com o Fundo Setorial do Audiovisual, por ter uma proposta de linguagem inovadora e relevância artística.

Confira a sinopse abaixo:

"Primeiro longa-metragem solo de Marina Meliande, Mormaço foi selecionado para a competição oficial Hivos Tiger Awards do Festival Internacional de Cinema de Roterdã, que acontece de 24 de janeiro a 4 de fevereiro. Trata-se da estreia mundial do aguardado filme roteirizado pela própria Marina, em parceria com Felipe Bragança, que traz Ana (Marina Provenzzano) como protagonista. A jovem advogada carioca se divide entre seu trabalho em uma comunidade prestes a ser despejada por conta dos Jogos Olímpicos do Rio, um novo amor e uma doença misteriosa.

Rio de Janeiro, 2016. O verão mais quente da história. A cidade está se preparando para os Jogos Olímpicos. Ana, uma defensora pública de 32 anos, trabalha na defesa de uma comunidade ameaçada de remoção pelas obras do Parque Olímpico. Enquanto isso, misteriosas manchas roxas, similares a fungos, aparecem em seu corpo. Coisas estranhas começam a acontecer na cidade e no corpo de Ana. A temperatura sobe, criando uma atmosfera úmida e sufocante. O mormaço acumula, abrindo caminho para uma forte chuva.
"